Novela Medieval – O Romance de Gillion de Trazegnies

Em 2013, o Museu J. Paul Getty adquiriu um belíssimo manuscrito intitulado Romance de Gillion de Trazegnies, que conta as atribulações no amor e na guerra de um aventuroso cavaleiro medieval chamado Gillion. As luminosas iluminuras enfatizam e enriquecem os momentos mais dramáticos e importantes da trama. Em sua jornada, Gillion encontra vilões nefastos, é levado a pensar que seus filhos gêmeos estão mortos e inclusive torna-se bígamo por engano.

 Preparando terreno para aventura

Capitular P: As bodas de Gillion e sua primeira esposa, Marie; Capitular A: Gillion e Marie juntos numa janela; Capitular Q: Gillion ajoelhado perante o altar; Capitular A: Gillion a despedir-se de sua esposa In Romance de Gillion dede Trazegnies, após 1464, Lieven van Lathem. Têmpera, folha de ouro e tinta sobre pergaminho, 14 9/16 x 10 1/16 polegadas. Museu J. Paul Getty, Ms. 111, fols. 10v, 11v, 13, 17

Capitular P: As bodas de Gillion e sua primeira esposa, Marie; Capitular A: Gillion e Marie juntos numa janela; Capitular Q: Gillion ajoelhado perante o altar; Capitular A: Gillion a despedir-se de sua esposa In Romance de Gillion dede Trazegnies, após 1464, Lieven van Lathem. Têmpera, folha de ouro e tinta sobre pergaminho, 14 9/16 x 10 1/16 polegadas. Museu J. Paul Getty, Ms. 111, fols. 10v, 11v, 13, 17

Nossa histórica começa com uma série de capitulares decoradas (letras preenchidas por ilustrações) que mostram as bodas de Gillion e seu início de casamento. Naquela que hoje seria a Bélgica, o Conde de Hainaut oferece sua filha, Marie, em casamento à Gillion, recompensando o carácter virtuoso e grande lealdade do jovem cavaleiro. Como é o costumeiro em muitos casamentos medievais, o Conde de Hainaut recompensou o serviço de um vassalo permitindo-o casar acima de seu status na sociedade, elevando portanto o status de Gillion.

A cena seguinte mostra o doce casal de mãos dadas em uma das janelas de seu belo castelo, alegria apenas marcada pela ausência de descendência. Gillion faz então um voto com Deus, prometendo peregrinar para a Terra Santa caso lhe fosse concedido um filho varão e herdeiro. Quando Marie anuncia sua gravidez, Gillion imediatamente prepara-se para partir para o Oriente, dizendo um triste adeus para sua esposa.

Estas quatro capitulares encontram-se logo nas primeiras páginas, rapidamente estabelecendo os elementos base a partir dos quais o restante da história vai se desenvolver. Lieven van Lathem, talentoso iluminador deste luxuoso manuscrito, tratou pormenorizadamente de cada cena ao planear as iluminuras. Por exemplo, Marie, entristecida pelo casamento sem descendência, tem seus sentimentos aprofundados ao ser representada a observar uma família de peixes a nadar contentemente num fosso à base do castelo.

  Quase-morte e uma heroína exótica

Batalha naval entre as tropas de Gillion e os soldados do príncipe sarraceno In Idem, Ms. 111, fol. 21

Batalha naval entre as tropas de Gillion e os soldados do príncipe sarraceno In Idem, Ms. 111, fol. 21

Ao navegar para a Terra Santa, o navio de Gillion é atacado por Sarracenos (guerreiros judeus). Apesar de lutarem bravamente entre flechas a voar, furioso combate corpo-a-corpo e saltos corajosos de uma embarcação para a outra, os cavaleiros de Gillion acabam vencidos. O artista captou o caos da batalha de maneira tão intensa, que é quase possível ouvir o choque do metal entre as espadas, os urros dos feridos, o som dos corpos caindo na água. Gillion é levado cativo para o Sultão do Egito e jogado numa masmorra enquanto aguarda execução.

Iluminura In Idem

Iluminura In Idem

Gillion, desesperado por sua vida, conquista o respeito da cativante e requintada filha do sultão, Gracienne. Ao ver Gillion em tronco nu amarrado a uma coluna, pronto para ser atingido por uma chuva de flechas, ela apaixona-se desesperadamente por ele e implora a seu pai que poupe a vida do cavaleiro. Gillion eleva-se em frente ao sultão que, dominado pela eloquente súplica de sua filha, cai de joelhos. Como na história de Pocahontas, que viria a existir apenas alguns séculos mais tarde, Gracienne salva Gilleon da morte decretada por seu pai, diferenças raciais ou religiosas não são capazes de impedir o poder do amor. O sultão liberta seu cativo e ocasionalmente fica tão surpreendido com os dotes cavaleirescos de Gillion que o contrata como mercenário para liderar as tropas Sarracenas.

 A trama complica-se

Capitular Q: Gillion desmaia ao receber a notícia da morte de sua mulher e dois filhos em Hainault e capitular C: Os filhos de Gillion, Jean e Gerard, deixando sua mãe In Idem, Ms. 111, fols. 69 and 84v

Capitular Q: Gillion desmaia ao receber a notícia da morte de sua mulher e dois filhos em Hainault e capitular C: Os filhos de Gillion, Jean e Gerard, deixando sua mãe In Idem, Ms. 111, fols. 69 and 84v

Entretanto, na Europa, Marie começa a ficar preocupada com a demora do marido. Um amigo da família, Amaury, secretamente apaixonado por Marie, traiçoeiramente promete ir buscar Gillion e auxiliar-lhe em seu retorno. Ao encontrar Gillion, ele mente-lhe, dizendo que Marie e seus dois filhos haviam morrido (“a sério, Gillion, sequer precisas voltar para casa”). O artista tem a sensibilidade de mostrar Gillion a desmaiar quando recebe a notícia, tendo Gracienne ao seu lado para lhe dar suporte e amenizar sua dor. Amaury então retorna a Europa e continua em seu histórico de mentiras, dizendo a Marie que Gillion havia falecido. Ele tenta convencê-la de que, com a morte de seu marido, Marie agora deveria entregar-se a ele, mas ela permanece determinada em ser fiel a Gillion, não importam as circunstâncias. Os gêmeos, agora em seus 14 anos de idade, decidem partir em busca de seu pai, prometendo a sua mãe encontrá-lo.

 Bigamia involuntária

Gillion e Haldin competem pela atenção do sultão com Gratienne de joelhos (pormenor) In Idem, Ms. 111, fol. 150v

Gillion e Haldin competem pela atenção do sultão com Gratienne de joelhos (pormenor) In Idem, Ms. 111, fol. 150v

Apesar do crescente amor entre Gillion e Gracienne, ambos decidem permanecer castos, até que um cortesão mal-intencionado arquiteta um plano para desacreditar Gillion, acusando-o de manter relações ilícitas com a filha do sultão (como se Gillion já não tivesse tido problemas o suficiente). O artista eleva os aspectos emocionais da cena, com Gracienne, perturbada, e Gillion, indignado, a defender a honra do casal perante o Sultão face à maquinação maliciosa de Haldin, cujo nome esta escrito a dourado ao longo de suas calças escarlate.

Capitular Q: Hertan em uma batalha ferrenha com o campeão do rei Haldin  In idem

Capitular Q: Hertan em uma batalha ferrenha com o campeão do rei Haldin In idem

O sultão decide então que um duelo de lanças entre os dois lados haveria de trazer a verdade à tona, com o vencedor a ser vindicado. Haldin é derrotado ao ficar preso em baixo de seu cavalo (um pormenor cuidadosamente representado pelo atencioso artista).

Como esperado, os amantes são justificados e o sultão, a crer no amor puro e verdadeiro entre Gillion e Gracienne, permite que ambos casem-se. Infelizmente para o noivo, ele é agora casado simultaneamente com duas mulheres (e não tem a mínima ideia).

  Felizes para sempre

Initial Q: celebração da missa no convento de Binche e o autor ouve a história de Gillion de Trazegnies (pormenor) In idem, Ms. 111, fol. 200v

Initial Q: celebração da missa no convento de Binche e o autor ouve a história de Gillion de Trazegnies (pormenor) In idem, Ms. 111, fol. 200v

Quando os gémeos finalmente encontram Gillion revelam que ele não apenas é pai de dois robustos adolescentes, mas também permanece o único marido de sua amada mãe, Marie, Gillion passa a uma situação bastante complicada. Como uma questão adicional, as duas mulheres anda decidem encontrarem-se. Se esta fosse uma novela moderna, a cena poderia acabar mal com uma boa dose de violência e sangue derramado (sem mencionar a linguagem profana). As duas mulheres instantaneamente sentem-se como irmãs há muito separadas e decidem ambas retirarem-se para um convento, no qual as duas prontamente e convenientemente (isto é, para Gillion) morrem.

Após muitas mais aventuras, Gillion é morto em combate, e seus filhos reverentemente levam seu coração de volta para a Europa, onde ele é enterrado entre suas duas devotas esposas num túmulo triplo. Talvez este não seja o final feliz típico, mas certamente cabe a uma grande história.

 fonte: The Getty Iris

About these ads

Comente!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s